Postagem em destaque

PROPOSTAS E MODELOS - ENEM 2016

TODAS AS PROPOSTAS E MODELOS RELACIONADOS NESTA POSTAGEM SÃO DO AUTOR DO BLOG E NÃO PODEM SER COMERCIALIZADOS EM MATERIAL DIDÁTICO VIRTUAL ...

17 de jul de 2012

Proposta de Dissertação


O tema de sua redação será: Ética profissional.

TEXTO I

Um profissional comprometido com a ética não se deixa corromper em nenhum ambiente, ainda que seja obrigado a viver e conviver com ele. O profissional tem o dever ético de ser honesto integralmente, pois transgredindo os princípios da honestidade, não prejudica só seu usuário, mas toda uma classe e até uma sociedade.
Tanto é contra a ética a aceitação de tarefa sem conhecimento, como aquela com plenitude deste, mas aplicada para lesar o interesse de terceiros.
As leis de cada profissão são elaboradas com o intuito de proteger os profissionais da categoria como um todo e os indivíduos que dependem desse profissional, assim, a ética profissional é um conjunto de normas de condutas que regem a prática de qualquer profissão.
http://socializando2008.blogspot.com.br/2008/10/tica-nas-profisses.html


TEXTO II

Aula de anatomia – Dissecação de um cadáver

A utilização do cadáver é uma tríplice lição educativa, essencialmente, porém, é uma lição de ética e de humildade, porque:

1. é o cadáver do indigente – homem, mulher, criança, velho – marginal da vida, da família e da sociedade; cadáver que, tal como o doente indigente, não é fato isolado da comunidade, mas seu reflexo, dela provindo; cadáver que é o meio para o vivo, como o doente o é para a sociedade;

2. cadáver cujos despojos miseráveis no “abandono da morte, parecem, ainda, sofrer e pedir piedade”; partes mortas que serão vivificadas pelo calor da juventude estudiosa e de seu sentimento de gratidão;

3. cadáver de pessoa sem lar, abandonada, esquecida ou ignorada pela família e pela sociedade, em parte ao menos, culpadas; de pessoa que mal viveu, do nascimento à agonia solitária, sem amparo e sem  conforto amigo; vida que de humana só recebeu o apelido;

4. cadáver de um “irmão em Humanidade”, que não teve ilusões, descrente e sofrido. De pessoa que, quanto mais atingida pela desventura, mais se aproximava da mesa de dissecação, como prêmio à sua desgraça;

5. cadáver de alguém que, se inútil, oneroso ou mesmo nocivo à sociedade, paga, pelo conhecimento que proporciona ao futuro médico, com alto juro, o mal que se lhe atribui, do qual é mais vítima do que culpado;

6. que é de um alguém anônimo e não de um de nós (...), apenas pelo capricho do jogo do acaso do destino genético;

7. cadáver de anônimo que adquire o valor de um símbolo – cadáver desconhecido – e assim ultrapassa o limite estreito de nome e, despersonalizado, distribui elementos para o bem coletivo, sem ter conhecimento antes, durante ou depois de sua imolação, do seu destino a um tempo trágico e de redenção;

8. despojos de alguém que, pelo seu sacrifício, tudo oferece sem nada haver recebido, que dá sem saber que dá e, por isso, sem conhecer a recompensa da gratidão e sem sentimento do valor de sua dádiva generosa, na mais nobre expressão de caridade universal: caridade de indigentes para humildes e poderosos;

9. o cadáver que dissecado, desmembrado, simboliza outra forma de crucificação para o bem e marca o sentido profundamente humano da medicina;

10. O material de estudo da Anatomia Humana transcende pois, ao simples valor de meio ou objeto de aprendizado; e nos fala em linguagem universal que nos educa na humildade da limitação humana. Eis por que, na austeridade do ambiente do Laboratório de dissecação, a atitude física, mental e verbal do aluno deve ser de sobriedade, meditação e elevada compostura, manuseando as peças anatômicas com o mais profundo sentimento de respeito e carinho. (http://www.fm.unb.br/discentes.html)

PROPOSTA

Com base nas informações dos excertos e, principalmente, em seu repertório e conhecimento de mundo, entre 15 e 30 linhas, escreva uma dissertação-argumentativa considerando o tema sob a perspectiva da atividade profissional que você deseja desempenhar no futuro. Utilize, no entanto, 3a pessoa.



Instruções:
1. Dê um título a sua redação.
2. Selecione, organize e relacione argumentos, fatos e opiniões para sustentar suas ideias e ponto de vista.
3. Empregue em seu texto apenas a variedade culta da língua portuguesa.
4. Não copie nem parafraseie os textos de apoio.
5. O texto não deve ser escrito em forma de poema ou em versos.

Nenhum comentário:

QUIZ: POR QUE OU POR QUÊ?

Havendo dificuldade em visualizar o quiz, clique no link abaixo: