Postagem em destaque

PROPOSTAS E MODELOS - ENEM 2016

TODAS AS PROPOSTAS E MODELOS RELACIONADOS NESTA POSTAGEM SÃO DO AUTOR DO BLOG E NÃO PODEM SER COMERCIALIZADOS EM MATERIAL DIDÁTICO VIRTUAL ...

24 de abr de 2012

Dissertação - Introdução

Estudo da técnica: Introdução


REFLETINDO

Sobre superficialidade

Ver uma maçã pela primeira vez, sem tocá-la, sem saber como se originam as maçãs, sem conhecer seu gosto, contemplando-a em sua integridade de objeto, isto é, sem jamais tê-la visto cortada, pode gerar a tentação de se dizer: eu sei o que é uma maçã!

Mostra-se a mesma maçã descascada e picada a este que supôs conhecê-la, e ele já não saberá dizer o que é. Leve-o a provar seu gosto de olhos vendados, ainda não saberá do que se trata. Isso porque não pôde fazer relações que lhe permitissem unir os diferentes estímulos recebidos, atribuindo-os a um só objeto, a maçã. Por esse motivo, um único objeto, de acordo com o exemplo, são três.
Conhecendo somente o aspecto de sua superfície, qualquer descrição ou julgamento que se faça sobre essa fruta serão imprecisos e com pouca consistência para se responder à seguinte pergunta: o que é uma maçã?

Se for considerada, entretanto, outra pergunta: qual é o aspecto visual de uma maçã? – a resposta dada por tal observador poderá ser digna de mais crédito.

A palavra “superfície”, conforme sua etimologia, significa “face superior”, ou seja, face aparente. Como no caso da maçã, nada que seja conhecido somente por sua aparência, portanto, de maneira superficial, permite a formulação de um julgamento conclusivo a seu respeito.

Ao se dissertar sobre um tema, seja por escrito ou não, é prudente considerar o exemplo proposto. Quanto mais houver sido estudado a respeito dele, maiores as possibilidades de se emitirem conclusões mais coerentes com a realidade, seguindo a linha de uma dissertação-argumentativa. Do contrário, o melhor a ser feito, caso haja possibilidade de escolha, é partir para uma dissertação-expositiva, agindo como o observador que formula uma resposta para a pergunta sobre o aspecto visual de uma maçã, o que lhe permite escrever com certeza sobre o que vê ou apreende, sem se posicionar no discurso como alguém que pretensamente domina com profundidade o tema, sendo capaz de emitir julgamentos conclusivos. Adotar essa postura evitará conclusões generalistas e incoerentes.


CONCEITO

A função da introdução em um texto dissertativo é, primordialmente, apresentar o tema ou assunto sobre o qual será desenvolvida a dissertação. Nela também é possível apresentar-se a tese que poderá ser defendida ao longo da dissertação-argumentativa. Um outro recurso possível na introdução é o uso de exemplos hipotéticos, reais ou descrições que sirvam para ilustrar e tornar mais concreta a ideia sobre a qual será feita a dissertação.
Adiante serão apresentados diferentes parágrafos de introdução motivados pelo mesmo tema.

TEMA: O que significa ser bem-sucedido?

Introdução desenvolvida por meio de ideias abstratas (introdução dissertativa)

O significado de sucesso é interpretado de diferentes formas conforme sociedade, cultura e religião, por exemplo. Envolve também diferentes aspectos da vida, como a profissão, as relações interpessoais, intrapessoais, aceitação social e autoaceitação. Por esse motivo, a ideia de sucesso é bastante subjetiva, e defini-la de maneira categórica com base em valores pré-estabelecidos pode ser um grande erro.

Introdução que apresenta a tese a ser defendida

Embora faça parte do senso comum associar poder aquisitivo invejável e reconhecimento social a sucesso, ser verdadeiramente bem-sucedido independe necessariamente de riqueza e fama. O termo em questão encerra uma ideia positiva em sentido abrangente; fama para quem não a deseja e riqueza para quem a tem sem o mérito da conquista pouco se relacionam ao significado original da palavra sucesso: resultado do empenho realizado para se conquistar determinado objetivo.

Introdução na qual se ilustra o tema por meio de exemplo real

Na década de 1990, o ator Robert D. Jr., célebre por seu papel como Charles Chaplin em um filme antológico sobre a vida desse mestre do cinema mudo, foi reconhecido como uma das estrelas de maior talento e sucesso no cinema mundial. Bem-sucedido? Talvez como ator, pois não foi exatamente o que inúmeros escândalos na vida pessoal demonstraram. Preso e viciado em cocaína, apesar da fama por seu trabalho no cinema, dificilmente ele mesmo poderia se considerar alguém feliz e com sucesso.

Obs.: Implicitamente defende-se a tese de que a ideia de sucesso é relativa.

Introdução na qual se ilustra o tema por meio de uma situação hipotética

Uma rotina de bajulações, viagens, compras, entrevistas e tudo aquilo que o dinheiro permite comprar é comumente associado ao sucesso. Fama, riqueza e sucesso, entretanto, são conceitos diferentes e não necessariamente intrinsecamente relacionados. Como pessoas com uma rotina assim, confessando-se infelizes, poderiam ser consideradas bem-sucedidas?


PRATICANDO A TEORIA

Com base no tema proposto, escreva os diferentes tipos de parágrafo.

TEMA:            Viver só é sinal de um comportamento antissocial? 

Introdução desenvolvida por meio de ideias abstratas (introdução dissertativa)

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Introdução que apresenta a tese a ser defendida
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Introdução na qual se ilustra o tema por meio de exemplo real
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Introdução na qual se ilustra o tema por meio de uma situação hipotética

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

QUIZ: POR QUE OU POR QUÊ?

Havendo dificuldade em visualizar o quiz, clique no link abaixo: