Postagem em destaque

PROPOSTAS E MODELOS - ENEM 2016

TODAS AS PROPOSTAS E MODELOS RELACIONADOS NESTA POSTAGEM SÃO DO AUTOR DO BLOG E NÃO PODEM SER COMERCIALIZADOS EM MATERIAL DIDÁTICO VIRTUAL ...

19 de mai de 2012

Dissertação - Conclusão


Estudo da técnica para construir conclusões

                        Observe a seguinte afirmação:

“Para solucionar esse problema, é necessário que as pessoas se conscientizem”.

 Certamente não há nada de errado com a frase, aliás, ela é "tão boa" que serve de conclusão para textos dissertativos de diferentes temas. Assim como ela, existem outras:

“Para reverter esse processo, é imprescindível uma ação mais objetiva do governo.”
“A solução para nosso país é: Educação, Saúde, Emprego, Segurança e Moradia.”
“Essa realidade só poderá ser modificada com o esforço de todos.”

Apesar de não serem afirmações erradas, todas elas são capazes de enfraquecer qualquer conclusão; primeiramente, pelo fato de serem tão óbvias que inúmeros vestibulandos costumam utilizá-las como uma solução fácil para elaborar suas conclusões; em segundo lugar, por serem generalizantes e, portanto, quase esvaziadas de significado. Elas estão no rol do chamado lugar-comum.
Nessas frases, entretanto, encontram-se ideias que devem ser aproveitadas quando o desenvolvimento do tema encaminha-se para a proposta de solucionar ou minimizar um problema, como é o caso do ENEM.
As situações-problema, geralmente, dividem-se em dois tipos: pessoais e coletivas. Em muitos casos, verifica-se que os problemas pessoais afetam a coletividade e vice-versa, portanto, é importante saber qual será a ênfase desejada na conclusão ao desenvolver-se um tema.
Tome-se como exemplo o tabagismo.
Fumar ou não é uma escolha individual, a consequência da escolha de fumar é, no entanto, invariavelmente ruim.
A forma de minimizar as consequências negativas do tabagismo, para quem já é fumante, é, sem dúvida, parar com o vício. Então, o problema em questão, para ser tratado, precisa ser considerado um problema de fato. A isso, seguem-se algumas etapas:

1- Necessidade de admitir que o problema existe.
2- Identificar o que provoca o problema.
3- Identificar o que pode agravar o problema.
4- Identificar o que pode ser feito para diminuir ou anular os efeitos dos elementos que provocam e agravam o problema.
5- Dispor-se a solucionar o problema, apesar das contrariedades que deverão surgir.
6- Agir e persistir conforme o que foi identificado em 4.


Considerando-se, portanto, o exemplo do fumo, para cada item anterior...

1- Fumar causa consequências graves para saúde e compromete a qualidade de vida.
2- Fumar relaciona-se à necessidade de aceitação em um grupo, à contestação, à ansiedade...
3- O contato com outros fumantes, a necessidade fisiológica e psicológica, e a mídia contribuem para agravar o problema.
4- Tratamento médico e psicológico, atividades físicas, meditação (tratando o que é expresso em 2 e 3)
5- Mesmo sabendo que a mudança de rotina e hábitos gera certo desconforto, iniciar tratamento tendo por objetivo maior a melhora da própria saúde e qualidade de vida.
6- Agir e persistir, uma vez que há bons exemplos de pessoas que conseguiram largar o vício.

É possível perceber que a chamada “necessidade de se conscientizar” é abarcada entre os itens de 1 a 4, de forma muito mais específica; e a “necessidade de agir” está melhor identificada nos itens 5 e 6.

Para abordar situações-problema de abrangência coletiva, os 6 itens aplicam-se da mesma forma. São eles, de maneira resumida, os passos que envolvem a criação das chamadas Políticas Públicas, ou seja, um conjunto de ações do governo voltadas para solução de problemas coletivos considerando-se seus múltiplos aspectos.
Inicialmente, é necessário admitir a existência de determinado problema. A partir de então, estudam-se as causas do problema e seus agravantes. Avalia-se se é necessária a criação de leis para solução da questão ou se basta implementar ou somente dar cumprimento às leis já existentes. Verifica-se se os meios para fazer que as leis sejam cumpridas existem e são eficientes o bastante para atender à demanda relacionada a eles. Informa-se a população da existência do problema e das ações tomadas pelo governo no sentido de solucioná-lo, por meio de campanhas amplamente divulgadas na mídia, em escolas, etc.
Pode ser destacada também a diferença entre as Políticas de Governo e as Políticas de Estado.

A seguir, há um modelo de parágrafo abordando as informações tratadas anteriormente. Procure preenchê-lo considerando os temas a seguir:

1- Combater a disseminação do uso do crack nos grandes centros urbanos
2- Combater o desmatamento ilegal na Amazônia
3- Promover o respeito às diferenças


Políticas Públicas para ______________________________

O primeiro passo para se produzir uma melhora na situação atual do (a) ____________________________ é aceitar a existência e gravidade do problema do (a)_________________________________. A partir de então, a criação de leis que se refiram a questões específicas do (a) ___________________, bem como a fiscalização do cumprimento e aprimoramento das leis já existentes é fundamental para promover transformações benéficas quanto ao assunto. Isso, no entanto, não é o bastante. É importante que o Estado forneça meios para que as leis sejam também cumpridas e que haja ampla divulgação de sua existência na mídia, a fim de que o/a/os/as ________________________________________________________  possa(m) ter garantidos seus direitos a (à) ______________________________________. 


Agora, procure pensar que leis seriam essas, como garantir que seriam cumpridas e como poderiam ser divulgados, tanto os problemas como a forma de tentar resolvê-los. Com essas informações, reelabore os parágrafos com os três temas propostos.

1- Combater a disseminação do uso do crack nos grandes centros urbanos
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
2- Combater o desmatamento ilegal na Amazônia
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
3- Promover o respeito às diferenças

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


CONFIRA OS MODELOS PARA AS CONCLUSÕES PROPOSTAS











Nenhum comentário:

QUIZ: POR QUE OU POR QUÊ?

Havendo dificuldade em visualizar o quiz, clique no link abaixo: